Relatório Calculo numérico - Caio Aguena

Share Embed Donate


Short Description

Relatório de calculo numérico, testando os métodos iterativos...

Description

Introdução teórica

Um problema comum em trabalhos científicos é calcular as raízes de equações da forma: f ( x )=0 f (x)

Em que o

pode ser um polinômio ou uma função transcendente.

Utilizando técnicas numéricas é possível obter valores aproximados das raízes da função tão próximo da solução exata quanto você deseje, é importante ressaltar também que há casos onde é possível obter as raízes exatas de

f (x)

= 0, como

por exemplo, quando nossa função é um polinômio fatorável. A maioria dos procedimentos numéricos para se descobrir as raízes da função, fornecem uma sequência de aproximações, cada uma mais precisa que a anterior, de modo que a repetição do procedimento fornece uma aproximação a qual difere do valor verdadeiro por uma tolerância pré-definida. Para a resolução desse Exercício Programa 1 (EP01) vamos utilizar vários métodos iterativos para a determinação de aproximações para raízes isoladas de f ( x )=0 .

Método da Bissecção

Conhecido como o método da bissecção ou método da busca binária, baseando se na teoria do valor intermediário. Suponha que temos uma função sendo que

f (a )

e

f (b )

diz que existe um número

f

continua definida em um intervalo [a;b]

tenham sinais opostos, o teorema do valor intermediário p

em ( a , b ) que seja

f ( p )=0 . O procedimento irá

funcionar mesmo que haja mais que uma raiz no intervalo definido.

O método funciona da seguinte maneira: Considerando um ponto

p=

a+b 2

f ( p )=0

, se

então encontramos a

nossa raiz, caso contrário, nossa raiz está em um dos dois outros intervalos, sendo eles

[ p ; a]

ou

com o sinal de

[b ; p] , a partir disso escolhemos o próximo intervalo de acordo f ( p ) , ou seja, se

escolhemos como intervalo

[ p ;a]

f ( p)

tem o mesmo sinal que

e o nosso [b ; p]

contrário escolhemos como intervalo

p

f (a )

recebe o valor de p

e o nosso

então

b , caso

recebe o valor de

a

. Assim o processo se repete até que

f ( p )=0

ou que

a+b 2

seja menor

que a tolerância desejada.

Método de Newton-Raphson

O método de Newton, parte de uma aproximação inicial

p1

e através da

equação [1] tenta chegar o mais próximo do zero da função.

pn+1= p n−

Considerando uma função

f ( p n) f ' ( p n)

f ( p)

[a ; b] , escolhemos um numero equação[1] sendo

p1

[1]

contida num intervalo de separação contido nesse intervalo e aplicamos na

p1= pn . Repetindo o processo com

seja menos que a tolerância desejada.

pn+1

até que

pn+1− p n

Se formos observar graficamente, o método consistem traçar uma tangente no ponto

[ p1 ; f ( p1 ) ]

esse ponto de

p2

e ver onde essa tangente intercepta o eixo x. Chamamos e traçamos uma nova tangente em

[ p2 ; f ( p2 ) ] . Repetindo o

processo diversas vezes e se aproximando cada vez mais do valor da raiz. Método da secante

O método da secante é semelhante ao método de Newton, porém diferentemente dele, esse método substitui a necessidade de calcularmos a derivada pelo cálculo de uma razão incremental. Assim, substituímos o papel da tangente do método de Newton, por uma secante, isso significa que vamos precisar sempre de dois pontos para determina-la, com isso temos que considerar duas iteradas iniciais, que chamamos de

p0 e

p1 . Semelhantemente ao método anterior, calculando o ponto de intersecção da secante com o eixo das abcissas, obtemos a formula para

pn= pn−1−

f ( p n−1) (p n−1− pn−2)

pn :

[2]

f ( p n−1) −f ( pn−2)

Método da falsa-posição

Esse método é muito parecido com o método da bissecção, assim como ele, a falsa-posição se inicia com um intervalo valores da função nos pontos finais são

f (a )

[a ; b] e

que confine a solução. Os

f ( b ) , em seguida, esse pontos

são conectados por uma reta, assim, a primeira estimativa da solução numérica

p

, é o ponto onde a linha reta cruza o eixo x. Agora é necessário escolher um novo intervalo

[ a ; b]

que corresponde a subseção do primeiro intervalo que contém a

solução, ele pode ser

[a ; p]

[ p ; b] . Após obtido o novo intervalo, o processo

ou

se repete até que seja encontrado a tolerância desejada. Para um dado intervalo pontos [b ; f (b)]

y=

e [a ; f ( a)]

[a ; b] , a equação da linha reta que conecta os é dada por:

f ( b )−f ( a ) ( x−b )+ f (b) b−a

[3]

Desenvolvimento e análise de dados

Problema 1

O primeiro problema pede que encontremos as raízes da função do polinômio: precisão de

p ( x )=230 x 4 +18 x 3−9 x 2−221 x−9 10−4

nos intervalos [-1;0] e [0;1] com uma

utilizando os métodos estudados, ou seja, os métodos descritos

na introdução teórica.

Utilizando o método da bissecção

De acordo com o enunciado, as raízes estão em [-1;0] e [0;1], então usaremos esses intervalos para a resolução do problema, pois não sabemos em que ponto estão as raízes, lembrando que o critério de parada é quando

(sendo

p

o ponto encontrado) ou quando

Foram obtidos os seguintes resultados:

¿

f ( p )=0

a+b 2 | for menor que a tolerância.

Tabela 1- método da bissecção - valor da raiz no intervalo [-1;0]

Tabela 2- método da bissecção - valor da raiz no intervalo [0;1]

De acordo com as tabelas, a raiz entre [-1;0] equivale à -0,04071 e a raiz entre [0;1] equivale à 0,962341. Mesmo que o número total de iterações tenha sido relativamente grande, o algoritmo conseguiu chegar em uma solução em ambos os casos.

Utilizando o método de Newton-Raphson Diferentemente do método anterior, usaremos uma solução gráfica para escolher o melhor ponto inicial, obtendo o gráfico que descreve a função do problema 1, temos:

Figura 1- gráfico da função do Problema 1

Assim, foram escolhidos valores próximos aonde a função intersecta o eixo x como pontos iniciais, sendo eles -0,5 para encontrar a raiz que está próximo a zero e 1 para encontrar a raiz próximo ao ponto 1. Após o método for executado, foram encontrados os seguintes resultados: Tabela 3 - método de Newton utilizando p0=1 como ponto inicial

Tabela 4- método de Newton utilizando p0 =-0,5 como ponto inicial

Analisando as tabelas com os resultados obtidos, temos que os valores das raízes encontradas para os pontos iniciais 1 e -0,5 são respectivamente 0,962398 e -0,040659.

Como os pontos iniciais foram escolhidos com base na análise gráfica, houveram poucas iterações até achar as raízes desejadas.

Utilizando o método da secante

De modo semelhante ao método de Newton, a escolha dos pontos iniciais para achar as raízes será feita com base na figura [1], onde p0 e p1, serão pontos que estão entre aonde a função cruza o eixo x. Sendo assim, os pontos escolhidos serão [-0,5;0] e [0,5;1], afim de encontrar as raízes. Os resultados obtidos foram os seguintes: Tabela 5- método da secante - com pontos iniciais sendo [-0,5;0]

Tabela 6- método da secante - com pontos iniciais sendo [0,5;1]

As raízes aproximadas obtidas foram -0,040659 para os pontos iniciais [0,5;0] e 0962398 para os pontos iniciais [0,5;1]. Assim como o método anterior, não houveram muitas iterações pois os chutes iniciais foram feitos com base na figura 1, ou seja, tínhamos uma estimativa de onde estavam os zeros da função.

Método da falsa-posição Como já visto anteriormente, o método da falsa posição é semelhante ao da bissecção, isto é, definimos um intervalo para que o método confine a solução, assim utilizaremos os intervalos fornecidos no enunciado, como fizemos no primeiro método. Dessa maneira, sendo [-1;0] e [0,1] os intervalos para encontrar os dois zeros da função, podemos obter as seguintes tabelas: Tabela 7 - método da falsa posição para encontrar as raízes no intervalo [-1;0]

Tabela 8 - método da falsa posição para encontrar as raízes no intervalo [0;1]

Os resultados obtidos foram semelhantes aos métodos anteriores, obtivemos -0,04057 para o intervalo de [-1;0] e 0,962392 para o intervalo [0;1].

Houveram mais iterações comparadas aos métodos de Newton e da secante por causa do ponto inicial escolhido, entretanto houveram menos iterações que o método da bissecção.

Problema 2

O problema pede para encontrar os períodos em que a comida foi mais barata e mais cara durante o período de 1984 a 1994, sendo que o índice de preço de alimento é dado pela função:

5

4

3

2

I ( t )=0,00009045 t + 0,001438t −0,06561t +0,4598 t −0,627 t+99,33

Onde

t

1994), temos que

[4]

é medido em anos e como temos um intervalo definido (1984 a 0 ≤t ≤10 .

Primeiramente é necessário descobrir os pontos críticos da função, pois os mesmos denotam pontos de máximo e mínimo, lembrando que são considerados pontos críticos quando

I ' (t)=0 .

Sendo assim, calculamos a derivada da equação [4], isto é,

I ' ( t ) , para

obter:

4

3

2

(1809 t + 23008t −787320 t +3678400 t −2508000) I (t)= 4000000 '

[5]

Em seguida é necessário calcular as raízes da função

' I (t)

utilizando os

métodos numéricos descritos na introdução teórica. Para se obter os zeros da função optaremos pelo método da bissecção, pois é garantido que o método convirja em uma solução quando ele atende certas condições, mesmo que ele precise de mais iterações para que possa satisfazer a tolerância desejada. Executando o método da bissecção na equação [5], utilizando como intervalo [0;10] temos: Tabela 9 -Método da bissecção aplicado em I'(t) - intervalo: [0;10]

Com base na tabela, obtemos o valor aproximado de uma raiz da equação [5], esse valor sendo 0,823134 utilizando uma tolerância de 10^-4. Agora é necessário verificar se há outras raízes nos dois intervalos restantes, sendo eles [0;0,823059] e [0,823212;10], faremos a verificação utilizando o teorema de Bozano que diz que se entre

a

e b .

f ( a )∗f ( b ) 0

e

f ( 0,823212 )∗f ( 10 ) 0

[6]

f ( 5,130993 )∗f ( 10 ) >0

[7]

Segundo as equações [6] e [7], não existem raízes nos intervalos restantes, desse modo, podemos dizer que 5,130923 . Calculando

I ' (t)

é igual a zero quando

t ≈ 0,823134

ou

I (t) para esses números críticos, obtemos:

I ( 0,823134 )=99,09

[8]

I ( 5,130923 )=100,67

[9]

Como os pontos críticos caem no intervalo [0;10], será necessário calcular I ( t ) para esses pontos: I ( 0 ) =99,33

[10 ]

I ( 10 )=96,85

[11]

Comparando os quatro valores obtidos nas equações [8], [9], [10] e [11], podemos concluir que a comida foi mais barata em 1994 atingindo um valor de $ 96,85 e foi mais cara em 1989 atingindo um valor de $100,67.

View more...

Comments

Copyright © 2017 KUPDF Inc.
SUPPORT KUPDF